Zé Filho deixa secretaria com avaliação positiva das políticas públicas para o jovem

Para cumprir o prazo de desincompatibilização da Justiça Eleitoral e poder concorrer a reeleição para vereador da capital, o secretário municipal da juventude, vereador Zé Filho deve deixar esta semana o cargo. “Quando assumi a secretaria, o prefeito Firmino me convidou para uma missão que ele considerava estratégica e foi um desafio. Contamos com o seu apoio e por isso conseguimos alcançar grande objetivos”, afirma.

Um exemplo citado pelo vereador é o grande número de alunos do Programa Unitodos que conseguiram alcançar o acesso ao Ensino Superior. Somente em 2018 foram 451, e até este momento em 2020, já são mais de 420 fazendo um total de 870 alunos aprovados. Este número deverá crescer ainda mais porque as chamadas costumam acontecer até o mês de outubro. Outro aspecto positivo é a abrangência do programa que consegue chegar as várias zonas da cidade, inclusive zona rural.

Para o vereador, os números de aprovados são só uma parte de um dos muitos programas que a sua gestão conseguiu consolidar. Em números de vagas, por exemplo o programa saiu de 2.400 vagas em 2018 para 3.400 em 2019.
“Isso é o incentivo que o jovem teresinense de baixa renda passou a ter e acreditar que pode alcançar mais”, acrescenta.

A média de participação entre os alunos que se matriculam e os que chegam ao final do curso é de mais de 50%.  Além do Unitodos, durante a gestão do vereador, a SEMJUV conseguiu ampliar programas como o Inova Jovem, Jovem Habilitado, o projeto Solares e Qualifica Jismac, que qualificou 500 jovens. Todos os projetos com foco em profissionalizar ou de proporcionar ao jovem as condições de ingresso ao mercado de trabalho de maneira mais ágil. O levantamento de todos os dados dos programas que a Secretaria efetivou está sendo concluído e será entregue ao prefeito Firmino Filho.

Fonte: ASCOM

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário