Walewska, campeã olímpica pela seleção de vôlei, morre aos 43 anos

A campeã olímpica da seleção brasileira de vôlei Walewska Oliveira, de 43 anos, morreu na noite dessa quinta-feira, 21, em São Paulo. De acordo com pessoas próximas da atleta, não se sabe as circunstâncias, mas morte foi confirmada. O anúncio ocorre horas após a ex-central, medalhista de ouro na Olimpíada de Pequim, em 2008, compartilhar nas redes sociais trechos da sua participação em um podcast. Em publicação no Instagram, Walewska também publicou uma foto no lançamento de seu livro biográfico, intitulado “Outras Redes”, também ocorrido nesta quinta na capital paulista. Para promover a obra, na qual conta detalhes de sua carreira, a jogador participou de eventos ao longo da semana em São Paulo e esteve na Academia de Futebol do Palmeiras, onde se encontrou com o técnico Abel Ferreira. “Troca de experiências num bate papo com toda essa turma de profissionais do esporte do Alto Rendimento. Dia de muito aprendizado e descobertas. Inclusive descobri que vou torcer para o Palmeiras”, escreveu Walewska em publicação ao lado de Abel.

Nascida em Belo Horizonte, a atleta começou sua carreira no esporte aos 12 anos quando ingressou no Minas Tênis Clube. No vôlei, ela passou por Minas, Rio de Janeiro, São Caetano, Perugia, Murcia, Odintsovo, Vôlei Futuro, Campinas, Praia Clube e Osasco. Pela seleção brasileira, foi campeã olímpica em 2008 e bronze em 2000; prata no Mundial de 2006 e conquistou o tricampeonato do Grand Prix, atual Liga das Nações. Walewska estava aposentada desde o fim da temporada de 2021/2022, quando defendeu o Praia Clube de Uberlândia. Nas redes sociais, fãs da atleta e colegas do vôlei lamentam a morte da ex-central. “Menina linda. Linda! Guerreira na quadra. Uma dama fora dela. Verdadeira, jamais escondeu sua garra, mas nunca dispensou a elegância digna de rainhas. Você foi gigante, Walewska. Seguirá gigante nas páginas do esporte mundial. Obrigada por tantas alegrias”, escreveu a ex-jogadora de vôlei Ana Paula Henkel.

Confira homenagens a Walewska Oliveira nas rede sociais:

*Com informações de Estadão Conteúdo

Radialista/Jornalista/Web Designer

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário