TCE manda suspender contrato com empresa de limpeza pública e Luiz Lobão solicita audiência para tratar da problemática

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) determinou a suspensão do processo licitatório desencadeado pela Prefeitura de Teresina, no valor aproximado de R$ 1,9 bilhão, visando a contratação de empresa para a execução dos serviços de limpeza urbana da capital. O vereador Luiz Lobão, em virtude dessa ação do TCE, solicitou hoje (20), a realização de audiência pública para discutir a problemática com todos os envolvidos na questão da limpeza pública da cidade.

Em pronunciamento na sessão ordinária da Casa Legislativa hoje, o parlamentar informou que a decisão levanta suspeita sobre possíveis irregularidades na concorrência pública, dentre elas, indícios de direcionamento licitatório e superfaturamento.

“Segundo o TCE, o valor orçado em 2024 apresentou um acréscimo de 82%, quando comparado aos anos de 2022 e 2023. Se a nossa população não cresceu, não duplicou, qual a razão desse acréscimo? Há uns seis meses já tínhamos discutido sobre essa questão na Câmara de Teresina e vamos realizar novamente audiência pública, pois precisamos ouvir dos órgãos competentes sobre os motivos desse superperfaturamento, pois a nossa população sofre com os lixões espalhados por toda a cidade, Teresina está suja, o que não justifica esse valor pago pela gestão municipal para a empresa responsável pela limpeza pública”, destacou Luiz Lobão.

 

 

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário