Senador Marcelo Castro (MDB) discute com o governador Wellington Dias e produtores estratégias para melhorar escoamento da soja piauiense

Em agenda na noite dessa sexta-feira (29), o senador Marcelo Castro esteve reunido com o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), e com o presidente do grupo RISA, José Gorgen, o ‘Zezão’. Na pauta, foram discutidas as estratégias e prioridades para fortalecer a produção de soja na região dos cerrados piauiense e facilitar o escoamento de safra.

Além da melhoria de infraestrutura e construção de estradas, foram abordados ainda a necessidade de regularização fundiária no Piauí, redução de impostos e maior fiscalização na área da comercialização da produção.

“O Zezão é o maior produtor de grãos do Piauí e Maranhão, então é um orgulho para nós o ter aqui no estado ajudando no nosso desenvolvimento. Ele trouxe as demandas do setor produtivo dos cerrados. Muita coisa já foi feita, mas evidentemente que precisa fazer mais ainda. Estamos empenhados em dar esse suporte para que o Piauí continue sendo esse orgulho na produção nacional”, disse Castro.

Wellington Dias antecipou que o estado está trabalhando na construção de um programa para contrato de crédito, visando atender demandar e fazer investimentos.

“Estamos vendo o que é prioridade na ótica dos produtores, quais rodovias temos que priorizar. Temos a Transcerrados, temos a PI-392, e algumas ligações como ali de Santa Filomena em direção a Baixa Grande do Ribeiro. O Zezão está me trazendo esses projetos no exato momento em que o Estado está preparando um programa para um contrato de crédito, visando mais investimentos. Além disso, tratamos da agilidade para a área e da regularização fundiária, que é fundamental para o Piauí inteiro, mas especialmente para a região dos Cerrados”, repassou Dias.

 

Na oportunidade, o produtor destacou a necessidade de priorizar as estradas que funcionam como principal meio de escoamento, visto o crescimento da produção a cada ano.

“É preciso que se olhe pra região pensando na produção, fazer as estradas onde se vai transportar essa safra. O Piauí cresce a cada ano em área plantada, cresce em produção, e vai crescer em produtividade por hectare também. É o estado mais próximo de um centro consumidor de milho e soja, que é o estado do Ceará, então tem que se produzir para exportar, mas também pensando no mercado interno. Temos que pensar nosso Piauí em longo prazo, fazer obras pensando lá na frente”, finalizou José Gorgen.

Fonte: ASCOM

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário