Sead entrega registro de imóveis em solenidade nesta quinta (28)

A entrega será nesta quinta-feira, às 8h30, no Espaço Cultural Parque Mão Santa, localizado na Rua Bianor Carvalho 3350, Parque Mão Santa, zona leste de Teresina.

Moradores de sete localidades de Teresina serão beneficiados com a entrega de registro de imóveis pelo Programa de Regularização Fundiária Urbana Específica (ProUrbe). A entrega será nesta quinta-feira (28), às 8h30, em solenidade realizada no Espaço Cultural Parque Mão Santa, localizado na rua Bianor Carvalho 3350, Parque Mão Santa. O evento contará com a presença do governador Rafael Fonteles. Essa é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Administração (Sead), em parceria com o Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI).

Foram regularizados 3.437 lotes distribuídos entre a Vila Nossa Senhora de Nazaré, Vila Embrapa, Vila Risoleta Neves, localizadas na zona Norte; Vila Irmã Dulce, na Zona Sul; no Centro da cidade a beneficiada será Vila Murilo Resende; a Vila Coronel Carlos Falcão, na zona Sudeste e Vila Parque Mão Santa, na zona Leste.

“Esse é um trabalho minucioso onde nossas equipes fazem o mapeamento das áreas pertencentes ao Estado para regularizar as moradias estabelecidas com a entrega dos registros de propriedades. Iniciamos por Teresina, mas o objetivo é realizar esse trabalho no Piauí todo”, destacou Caroline Viveiros, superintendente de Patrimônio Imobiliário da Sead.

A superintendente explica ainda que o procedimento de regularização inicia com a identificação da ocupação em imóveis estaduais, então é feito um voo de drone pelo local para demarcar os lotes. A partir daí as equipes iniciam o trabalho de cadastro social das famílias moradoras, é elaborado um projeto com o memorial descritivo com todos os detalhes do tipo de edificação em cada lote. Depois o projeto é submetido ao Programa Regularizar do Tribunal de Justiça do Piauí para registro em cartório.

O ProUrbe faz parte da política estadual de regularização fundiária urbana, instituída através da lei nº 8.153/23, com o objetivo identificar as ocupações individuais ou coletivas informais, consolidadas em imóveis públicos estaduais e garantir a transferência da propriedade imobiliária aos respectivos ocupantes. “Sem burocracia e com uso de ferramentas tecnológicas, o PROUrbe desponta como instrumento capaz de permitir o alcance de metas ousadas no campo da regularização urbana, em um curto espaço de tempo”, concluiu Caroline Viveiros.

Fonte: pi.gov.bra

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário