Piauí dobra número de emissões de novas carteiras de identidade nos três primeiros meses deste ano

Foi emitido um total de 159.826 RGs, um aumento de mais de 100% em relação ao mesmo período de 2023.

O Instituto de Identificação Digital Félix Pacheco (IIDFP) divulgou, nesta quinta-feira (4), que no 1º trimestre deste ano já foram emitidas um total de 159.826 carteiras de identidade nacional (CIN) em todo o Piauí. Um aumento de 109% em relação ao mesmo período de 2023, quando totalizou 76.465 emissões.

No mês de janeiro deste ano, foram emitidas 54.421 mil carteiras contra 16.554 emissões no mesmo mês de 2023. Em fevereiro, o instituto emitiu 52.524 mil documentos e, 28.142 mil identidades, no mesmo período do ano passado. Já no mês passado, foram contabilizados 52.881 mil, contra 31.769 mil carteiras em março de 2023.

O instituto conta com 61 postos de emissão digital da nova carteira de identidade, em 50 municípios piauienses. O intuito é que, até 2026, todos os municípios contem com um posto de atendimento próprio.

WhatsApp Image 2023-12-19 at 11.46.35 (1).jpeg

Além do atendimento já realizado nos postos fixos do Instituto de Identificação Digital, são promovidas ações sociais em todo o estado, que vão além da emissão de documentos, sendo uma porta de entrada para a cidadania e o acesso a serviços essenciais.

As ações ocorrem de forma itinerante em diversas instituições públicas e privadas, sindicatos, praças públicas e até mesmo com visitas domiciliares e hospitalares a acamados ou pessoas com dificuldade de locomoção.

Ao longo do primeiro trimestre de 2024, durante as ações sociais foi realizada a emissão de 5.418 mil carteiras, sendo em janeiro 660 carteiras emitidas, 1.231 mil em fevereiro e 3.527 mil em março.

 

A emissão da primeira via da carteira de identidade é gratuita no Piauí. Para a emitir a CIN, os documentos obrigatórios são CPF, certidão de nascimento e/ou casamento atualizadas com selo de verificação e número de matrícula, e comprovante de residência. Além disso, o documento pode incluir uma variedade de informações adicionais, como NIT/PIS/Pasep, CNH, título de eleitor, tipo sanguíneo, carteira profissional, certificado de reservista (para homens), cartão do SUS e laudo médico (para pessoas com deficiência).

carteira-de-identidade-nacional-1.jpg

Fonte: pi.gov.br

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário