Pelo segundo dia seguido, professores de Teresina lotam plenário da Câmara Municipal pedindo a não votação do PL de reajuste salarial da categoria em duas etapas

Nessa terça-feira, 10, os professores montaram acampamento na frente do prédio da CMT e muitos passaram a noite no local, para acompanhar o início da sessão plenária desta quinta-feira, 11. Os professores estão em greve desde o dia 4 de março, eles querem reajuste salarial, mas não como está na mensagem da prefeitura, que sugere o reajuste em duas etapas, com segunda parcela prevista para o mês de agosto.

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário