Juninho ficará fora de reprise da Libertadores do Vasco na Globo e candidato a presidente do Vasco revela acordo com Yayá Touré

Acabou a novela. Pelo menos é o que parece. Por meio de um vídeo com requintada produção publicado em seu perfil no Instagram, Luiz Roberto Leven Siano, candidato à presidência do Vasco, anunciou que Yayá Touré está acertado para vestir a camisa do Vasco. Isso, claro, se ele for eleito no pleito previsto para o final deste ano.
Yayá Touré foi pivô, nos últimos meses, de uma negociação com o Botafogo que pareceu certa, mas que não se concretizou. O próprio Leven chegou a afirmar que foi pela investida dele que o Glorioso não acertou com o jogador da Costa do Marfim.

Gnénéri Yayá Touré tem 37 anos e jogou no Qingdao Huanghai, da China, no ano passado. O auge da carreira do meio-campista foi no Manchester City, da Inglaterra, clube em que passou oito temporadas, sendo campeão e capitão de diferentes títulos. Também passou pelo Barcelona.

Neste domingo, emissora irá exibir título de 1998 do Gigante da Colina e já confirmou a participação de dez campeões. Contudo, Juninho Pernambucano não participará

A tarde de domingo será de decisão da “Rede Globo” e os torcedores do Vasco podem separar lencinhos para segurar a emoção. A conquista do clube carioca na Libertadores de 1998 será reprisada e dez campeões daquele ano já foram confirmados para participar da transmissão. Contudo, um jogador fundamental, e que foi comentarista na emissora, ficará fora: Juninho Pernambucano.

Dirigente do Lyon, time francês, Juninho teria avisado, segundo o “UOL”, que não poderá participar porque estará viajando para o interior da França após o afrouxamento do isolamento social no país. Juninho chegou a ser convidado. Entre links no momento da reprise e mensagens gravadas, os nomes que irão participar ainda não foram revelados.

Um dos principais nomes daquele triunfo Cruz-Maltino, Juninho foi fundamental em vitórias como contra o River Plate (ARG). Às 16h, a “Globo” exibirá a partida contra o Barcelona de Guayaquil (EQU). A emissora optou por seguir usando VTs de partidas históricas, agora, com diferentes jogos dependendo das regiões do país. Anteriormente, duelos da Seleção foram mostrados. No último domingo, foi a vez do título do Flamengo na Libertadores de 2019 emocionar os torcedores.

Fonte: terra.com.br

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário