Jorge Almirón pede demissão do comando do Boca Juniors após vice na Libertadores

Um dia após a derrota para o Fluminense na final da Libertadores, o técnico Jorge Almirón pediu demissão do comando técnico do Boca Juniors. A informação foi divulgada pelo jornal “Olé” e confirmada pelo clube argentino no fim da noite deste domingo, 5. “O Clube Atlético Boca Juniors informa aos sócios e torcedores que neste domingo, 5 de novembro, a partir das 21h, Jorge Almirón informou que ele e sua comissão técnica, com contrato válido até o final da temporada, tomaram a decisão pessoal de não continuar como treinadores”, comunicou a equipe argentina. Segundo o Olé, o profissional informou sobre a decisão para Juan Roman Riquelme, ex-jogador do Boca e hoje vice-presidente do clube. Ainda segundo o periódico argentino, Riquelme tentou convencê-lo a permanecer na equipe, mas Almirón manteve a decisão. Após a derrota para o Fluminense, o treinador deixou o cargo à disposição. Foi a terceira derrota cnsecutiva em final de Libertadores, sendo a segunda para uma equipe brasileira. Almirón vinha sendo bastante criticado pelos torcedores. O Boca só venceu apenas três das últimas 20 partidas e chegou à decisão da Libertadores sem nenhuma vitória na fase de mata-mata. A equipe ainda não se garantiu na próxima edição do maior torneio continental, em 2024. A única chance de encerrar a temporada com título é pela Copa da Argentina, onde o time está na semifinal da competição.

Fonte: UOL

Radialista/Jornalista/Web Designer

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário