Inteligência da Polícia Civil do Piauí reforça o trabalho no combate ao crimes na internet

O massacre na escola Raul Brasil, na cidade de Suzano, SP, que vitimou dez pessoas, no último dia 13 de março,  e a influência da internet para a prática de crimes motivou o deputado estadual do PT, Franzé Silva, entrar com requerimento na Secretaria Estadual de Segurança solicitando que o serviço de inteligência da Polícia Civil faça o  monitoramento do uso da internet, para descobrir possíveis articulações de grupos criminosos.

O delegado responsável pela DINT – Diretoria de Inteligência da Secretaria de Segurança, Humberto Mácola, garante que o trabalho já está sendo feito, com monitoramento nas redes sociais.

A estratégia de  trabalho para desarticular grupos extremista é a mesma usada para desmontar ações de assaltantes de bancos no Piauí, destaca o delegado Humberto Mácola.

A propósito, na quinta – feira, 21, a Câmara Municipal de Teresina aprovou Projeto de Lei de autoria do vereador Deolindo Moura (PT), que obriga escolas do município realizarem palestras, seminários e outras atividades de combate ao Ciberbulling, tipo violência praticada contra alguém por meio da internet.

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário