Governador Rafael Fonteles visita obras de macrodrenagem e inaugura rodovia em Oeiras

Sistema de macro e microdrenagem vai solucionar um problema histórico de alagamentos na primeira capital do Piauí.

O governador Rafael Fonteles visitou, nesta terça-feira (23), a maior obra da história do município de Oeiras, a primeira capital do Piauí. Um sistema de macro e microdrenagem, realizado pelo Governo do Estado, que deve solucionar de forma efetiva o problema de alagamentos que acometia a região. Na cidade, o governador inaugurou a restauração da PI-236, um percurso de 125,9 km, que liga o município de Regeneração até Oeiras.

Fonteles explica que a obra do sistema de macro e microdrenagem é o reflexo do esforço coletivo de órgãos do Governo do Estado do Piauí para resolver a questão dos alagamentos, que traziam muitos prejuízos para a sociedade civil. “Estamos visitando obras importantes. São obras de drenagem para acabar de vez com o grave problema que acontecia todos os anos em Oeiras, onde boa parte da cidade ficava debaixo d’água. Agora, o problema está resolvido. Uma obra gigantesca, que envolveu a Seinfra e o Idepi, gerando emprego e renda na execução. Estamos falando de mais de R$ 76 milhões envolvidos, com mais de 5 km de galerias”, explica.

O diretor-geral do Idepi, Felipe Eulálio, explica que o conjunto de obras foi fundamental para o sucesso do projeto, que deve passar por adequações nos próximos 60 dias antes do pleno funcionamento. “Foram R$ 45 milhões investidos na macrodrenagem. Vamos fazer o desassoreamento do Açude Canela, que vai receber toda essa água”, acrescenta.

Visita às obras do Sistema de Macrodrenagem na cidade de Oeiras 8.jpg

O senador Marcelo Castro explica que esta é uma obra invisível, mas que tem um grande benefício. “Quero parabenizar o governador Rafael Fonteles por concluir uma obra tão importante para o município. Em tempos de eventos climáticos extremos, essa infraestrutura é mais que necessária”, aponta o parlamentar.

Visita às obras do Sistema de Macrodrenagem na cidade de Oeiras 4.jpg

Restauração da Rodovia PI-236

 A agenda no município seguiu com a inauguração da restauração da Rodovia PI-236, que liga o município de Regeneração até Oeiras, em um percurso de 125,9 km.  “Quero agradecer o apoio da bancada federal. Saiu uma pesquisa recente da Confederação Nacional dos Transportes, e 74% das rodovias estão boas ou regulares. Em menos de um ano, saltamos do quinto para o primeiro lugar. Dentre os estados do Nordeste, estamos em primeiro lugar”, revela Leonardo Sobral, diretor do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PI).

WhatsApp Image 2024-01-23 at 17.25.19 (1).jpeg

O governador Rafael Fonteles destaca a importância do trecho. “É uma obra que devemos celebrar, pois era uma reivindicação da comunidade. Estamos recuperando as estradas com recursos do Governo do Estado e da bancada federal. Agora, com Lula e o PAC, teremos ainda mais estradas”, considera.

WhatsApp Image 2024-01-23 at 17.25.20 (1).jpeg

A obra, de responsabilidade do DER-PI, teve um investimento de R$31.835.358,4, sendo R$18.054.157,26 do Orçamento Geral da União e R$13.782.201,22 do Tesouro Estadual.

esperancagarcia.jpg

Homenagem para Esperança Garcia

Ainda em Oeiras, o governador participou da inauguração da estátua de Esperança Garcia, na sede da OAB-PI, seccional de Oeiras. Esperança é considerada pela OAB nacional como a primeira advogada do Brasil.

Inauguração da estátua em homenagem a Esperança Garcia 15.jpg

Esperança Garcia, uma mulher negra e escravizada, que vivia na região onde hoje é Oeiras, escreveu, em 6 de setembro de 1770, uma carta ao governador da época, no formato de petição, onde solicita o direito de ir à igreja e denuncia os maus tratos que sofria.

Fonteles destaca que Esperança é uma heroína da história e um símbolo nacional. “Este é um momento especial. Estamos celebrando a estátua da Esperança Garcia, que é um símbolo da luta e da bravura das mulheres e do povo. Vamos reafirmar o compromisso de reparação histórica que o povo negro teve em mais de três séculos, com igualdade racial e de gênero”, considera.

inauguracaoestatua13.jpg

 

Fonte: pi.gov.br

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário