De norte a sul do Piauí, alunos Seduc se destacam no resultado do Enem 2023

As notas na redação, uma das principais provas do exame, chamaram a atenção pelos excelentes resultados.

Muitos estudantes da rede estadual de Educação se destacaram com boas notas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O secretário de Estado da Educação, Washington Bandeira, parabenizou os alunos por meio das redes sociais e reafirmou que o papel da Seduc é proporcionar as melhores condições para que a educação continue transformando vidas.

“Sempre acreditamos no potencial dos nossos estudantes e agora eles mostraram que os investimentos em educação podem levá-los para um futuro muito melhor. Em 2023, modernizamos a estrutura das escolas, tivemos um planejamento pedagógico bem feito, demos incentivo a professores e alunos e apostamos nas revisões extras por meio do Pré-Enem da Seduc. Agora chegou a hora de comemorar a conquista dos estudantes Seduc”, afirma o gestor.

Conheça os principais destaques:

Roniel Vilela de Sousa – 980 pontos na Redação e 740,2 em Matemática

Roniel Vilela de Sousa conseguiu notas no Enem 2023 acima das médias nacionais nas áreas de Linguagens, Ciências Humanas e Matemática. Na redação, Roniel conquistou 980 pontos e em matemática conquistou 740,2.

Estudante do Ceti Raldir Cavalcante Bastos, Roniel está entre os estudantes com histórico vencedor ao conquistar medalhas de ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) 2022, no I Torneio de Matemática das Escolas Estaduais do Piauí (TME²) e medalha de cristal na Olimpíada Nacional em História do Brasil.

“Eu acredito que fui premiado em todas as experiências vivenciadas no meu ensino médio e essas conquistas contribuíram para o meu crescimento. Me interessa muito o estudo de análises e números e, por isso, eu pretendo cursar Engenharia Civil ou Ciências Contábeis”, conta.

O jovem, que vive com os pais, diz que sempre recebeu muito apoio para estudar. “Sempre me apoiaram e fazem de tudo pelo meu futuro, inclusive eu os tenho como um alicerce dessa minha jornada”, conta.

José Guilherme Pereira – 980 pontos na Redação

Natural de Valença (PI), José Guilherme Pereira, de 18 anos, concluiu o ensino Médio no Ceti Maria Antonieta. Ele enfrentou o certame pela primeira vez e atingiu a marca de 980 pontos na Redação, uma das provas mais importantes do exame.

“Meu sonho é trabalhar em áreas da tecnologia, como Ciências da Computação, Sistemas da Informação ou Sistemas de Computação, algum desses. E pretendo estudar na Universidade Federal do Piauí (UFPI)”, conta.

O estudante ressalta que participou de todos os projetos que a Seduc promoveu na sua escola, como o Pré-Saeb, Pré-Enem e Recomposição da Aprendizagem.

Thainá Viana Tavares – 980 pontos na Redação

Thainá Viana Tavares, 18 anos, concluiu o ensino médio na Unidade Escolar Américo José de Sousa, em Socorro do Piauí, município que fica a aproximadamente 400 quilômetros de Teresina.

A jovem obteve 980 pontos na redação, uma das provas mais importantes do Enem, e tem o sonho de cursar Enfermagem. Ela ressaltou que empenho e dedicação nos estudos foram essenciais para alcançar o excelente resultado, bem como as diversas estratégias de revisão, principalmente por meio do projeto Novo Pré-Enem Seduc.

“As revisões do Pré-Enem Seduc e as aulas extras de Língua Portuguesa foram decisivas para essa nota. Eu também já tinha feito a prova do Enem em dois anos anteriores como forma de avaliar os meus conhecimentos”, conta.

Elane da Silva Nascimento – 980 pontos na Redação

Elane da Silva Nascimento, estudante do Ceti Pedro Coelho de Resende, localizado no município de Boa Hora, atingiu 980 pontos na redação do Enem. A jovem pretende cursar Engenharia Civil.

“É muito gratificante poder alcançar esse resultado que tanto sonhei. Estou muito feliz em saber que todo meu esforço valeu a pena. Foram muitas noites estudando para alcançar essa nota”, comemorou a jovem.

Elane estudava em casa para se preparar para o Enem e participava das revisões do Pré-Enem Seduc, além de ter o auxílio de sua escola. “Eu estudava em casa pegando conteúdo da internet e a escola Ceti Pedro Coelho de Resende também disponibilizava muitos materiais de apoio. As revisões que a escola realizou também ajudaram bastante”, revela.

Ana Caroline Brandão e Ana Beatriz Brandão – 980 e 940 pontos na Redação, respectivamente

Em Teresina, as irmãs gêmeas, Ana Caroline Fonseca Brandão e Ana Beatriz Fonseca Brandão, de 17 anos, alunas do Centro Estadual de Tempo Integral (Ceti) João Henrique de Almeida Sousa, localizado na zona sul da capital, estão comemorando o excelente resultado da Redação do Enem, com nota que equivale ao peso máximo no exame.

Caroline obteve a pontuação de 980, enquanto Beatriz alcançou 940 pontos na Redação. Com as notas, as irmãs desejam seguir juntas no ensino superior ao cursar Arquitetura e Urbanismo.

As gêmeas aproveitam a rotina da escola de Tempo Integral para participar das atividades e das ações do Pré-Enem Seduc como Enem Game e Gincana Saeb.

“O estudo em casa era só um suporte para o que era visto na escola. São nove horas em sala de aula, com um corpo docente mais que preparado, que explica o conteúdo de forma didática, simplificada e que estava sempre pronto para tirar nossas dúvidas. Isso foi de extrema importância para que os alunos conseguissem bons resultados”, conta Ana Caroline.

Além das atividades propostas na escola, as irmãs acumulam destaques nas olimpíadas de conhecimento. Ana Beatriz conseguiu uma medalha de ouro na Olimpíada Piauiense de Língua Portuguesa (Olinpi) e Ana Caroline uma menção honrosa na Olimpíada de Ciências.

“O Ceti sempre priorizou essas atividades oferecidas pela Seduc e a gente era muito participativo nos projetos que a secretaria  propunha e também sempre nos envolvíamos nas atividades que a escola oferecia”, comentou Beatriz.

Glaucio Victor Vieira – 940 pontos na Redação

Mais um aluno Seduc que teve um excelente resultado do Enem foi Glaucio Victor Vieira, estudante do Centro Estadual de Tempo Integral (Ceti) Cônego Cardoso, de Castelo do Piauí. Glaucio conquistou 940 pontos na Redação e 838 pontos na área de Matemática e suas Tecnologias. O estudante comemorou o resultado e espera o momento de conseguir ingressar no Ensino Superior.

O estudante, que sempre foi aluno de escola pública, contou com o apoio e incentivo de sua mãe para focar nos estudos, o que despertou uma grande afinidade pela disciplina de Matemática. No Ensino Médio, conseguiu alcançar medalha de ouro no Torneio de Matemática das Escolas Estaduais do Piauí (TME²) e medalhas de prata e bronze na Olimpíada Brasileira de Matemática da Escolas Públicas (Obmep).

O estudante também participava das revisões do Pré-Enem Seduc. “Minha preparação para o Enem se baseou nas aulas da escola e nos estudos em casa. Lia livros e assistia vídeos de forma profunda, investigativa e curiosa, simplesmente pela vontade de saber. Com isso, pude melhorar bastante os meus resultados”, disse.

 

Fonte: pi.gov.br

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário