Covid-19 reforça o alerta para o cuidado com as doenças preexistentes

Ao longo do trabalho de combate a pandemia da Covid-19 os profissionais de saúde constataram um fato para o qual especialistas já alertam a bastante tempo: a grande quantidade de pacientes com doenças preexistentes como diabetes, hipertensão e tuberculose que desconhecem tais comorbidades até serem internados com covid-19. E mais que a preocupação com as doenças silenciosas a preocupação com os pacientes que sabem das enfermidades, mas que não realizam o tratamento com recomendado.

Segundo o médico cardiologista do HapVida, Maurício Landim, estas doenças já são conhecidas e podem ser controladas, mas o fato de piorarem a infecção pelo novo coronavírus tem colocado a questão novamente no centro do debate da prevenção e cuidado. Hipertensão, sedentarismo, o fumo e outras condições que são fatores de risco para algumas enfermidades para além da própria Covid-19.

A hipertensão, por exemplo, afeta mais de 73 milhões de brasileiros (35%) segundo o Ministério da Saúde e apenas metade tem conhecimento.  No caso da diabetes os dados são de que pelo menos 9 milhões de brasileiros possuem a doença, o que corresponde a 6% da população. Os números são Pesquisa Nacional de Saúde, realizada pelo Ministério da Saúde em parceria com o IBGE, mas para a Sociedade Brasileira de Diabetes, indicam mais de 12 milhões de brasileiros.

Fonte: assessoria de imprensa

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário