Corinthians sofre com erros individuais e leva 3 a 0 do Cruzeiro no Brasileirão

Em tarde de pouca inspiração, o Corinthians foi derrotado neste domingo (7) pelo Cruzeiro, por 3 a 0, no Mineirão. O time alvinegro foi castigado por erros individuais de Félix Torres e Hugo, careceu de ideias para agredir o adversário e não foi páreo no duelo com a equipe mineira. Matheus Pereira e Barreal, no primeiro tempo, e o ex-palmeirense Gabriel Veron, no segundo, marcaram os gols da partida. O resultado deixa o Corinthians com os mesmos 12 pontos do início da rodada, mantendo o time do Parque São Jorge na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O Cruzeiro vai a 23 e continua firme na briga por uma vaga no G-6. Na quarta-feira, a equipe corintiana tem confronto direto com o Vasco, no Rio, às 19h. Um pouco antes, às 18h30, os mineiros enfrentam o Grêmio, em Caxias do Sul.

Para o duelo com o Cruzeiro, o técnico interino Raphael Laruccia ganhou o reforço do zagueiro Félix Torres, que retornou ao Corinthians após a eliminação do Equador na Copa América. Coincidentemente, o defensor teve participação direta no primeiro grande lance do jogo. O equatoriano deu bote atrasado e foi facilmente driblado por Matheus Pereira, que vive grande fase com a camisa celeste, e bateu rasteiro para abrir o placar logo aos cinco minutos.O Corinthians foi para Belo Horizonte com uma estratégia clara: tentar reter a posse de bola para evitar que o bom meio-campo do Cruzeiro tivesse chances de criar jogadas perigosas.

Em uma das poucas vezes em que a equipe alvinegra conseguiu fazer uma boa trama, mandou a bola para as redes com Raniele, aos 40 minutos, mas o VAR indicou impedimento. Os corintianos equilibraram a partida no fim da etapa inicial, mas antes de as equipes irem para o intervalo, Barreal aproveitou a cochilada da marcação para bater da entrada da área e fazer 2 a 0 para os mineiros, aos 49. Qualquer plano de reação do Corinthians para o segundo tempo foi por água abaixo logo com dois minutos.

Gabriel Veron, aproveitou a falha de Hugo na tentativa de cortar cruzamento da esquerda, e só empurrou para as redes, ampliando o placar para 3 a 0. Com ampla vantagem no placar, o Cruzeiro se aproveitou da incapacidade dos corintianos em competir no mesmo nível tático e técnico, e administrou o resultado durante o restante da partida. Coronado e Pedro Henrique até assustaram na reta final, mas não foram efetivos para amenizar o resultado. Aos 43, Arthur Gomes fez o que seria o quarto do time celeste, mas o VAR assinalou impedimento.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 3 X 0 CORINTHIANS

CRUZEIRO

Anderson; William, Zé Ivaldo, Villalba (Neris) e Marlon; Lucas Romero (Ramiro), Lucas Silva (Filipe Machado), Barreal (Vitinho) e Matheus Pereira; Gabriel Veron (Robert) e Arthur Gomes. Técnico: Fernando Seabra.

CORINTHIANS

Matheus Donelli; Matheuzinho, Félix Torres, Cacá e Hugo (Matheus Bidu); Raniele (Pedro Henrique), Breno Bidon (Ryan) e Rodrigo Garro; Ángel Romero (Giovane), Yuri Alberto (Igor Coronado) e Wesley. Técnico: Raphael Laruccia (interino).

ÁRBITRO

Alex Gomes Stefano (RJ)

GOLS

Matheus Pereira, aos 5, e Barreal, aos 49 minutos do primeiro tempo; Gabriel Veron, aos 2 do minutos do segundo tempo

CARTÕES AMARELOS

Zé Ivaldo e Lucas Silva (Cruzeiro); Rodrigo Garro (Corinthians) PÚBLICO – 55.186

RENDA

R$ 3.137.608,00

LOCAL

Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

*Com informações do Estadão Conteúdo

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário