”Como é que eu tenho equipamentos há 18 meses sem pagamento e vou pegar recursos da saúde e transferir para outras áreas?”, pergunta o presidente do TCE Piauí sobre auditoria na FMS

Em entrevista a repórter Wilma Rocha, o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Kennedy Barros, confirmou a auditoria que o TCE Piauí vai fazer nas contas da Fundação Municipal de Saúde.

A auditoria foi provocada por uma liminar do Ministério Público de contas, após empresas parceiras da FMS retirarem equipamentos importantes do Hospital de Urgência de Teresina, por falta de pagamento aos fornecedores. Ao mesmo tempo que a Prefeitura retirou do Orçamento Geral do Município dinheiro da saúde para colocar em outras secretarias.

Em 2023, o Tribunal de Contas do Estado realizou seis autuações na FMS. Entre elas, a fiscalização sobre o funcionamento das unidades de saúde, a auditoria na folha de pagamento, a vistoria em licitações e contratos de mão de obra terceirizada e a vistoria das licitações e contratos para compra de medicamentos.

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário