Com 17 votos favoráveis, 01 voto contra e um abstenção, Câmara aprova reajuste dos professores, com pagamento em duas etapas

Trânsito interditado na avenida Marechal Castelo Branco, tropas de choque da Polícia Militar protegendo a entrada principal da Câmara Municipal de Teresina e professores protestando fora e  dentro da Casa contra a votação do projeto de lei que reajusta o salário da categoria em 12,84%, com pagamento em duas parcelas, protesto que teve o apoio dos vereadores da oposição, como Dudu Borges (PT).

Mas não teve jeito. Em meio ao cenário atípico, com o plenário Vereador José Ommati tomado pelos professores e policiais militares e civis por todos os lados, os vereadores aprovaram, na manhã desta terça-feira, 17, o tão questionado reajuste salarial dos professores do município. A sessão aconteceu no Plenarinho da Casa, destaca o presidente, Jeová Alencar.

Dos dezenove vereadores presentes, 17 votos favoráveis, o vereador Major Paulo Roberto se absteve e o vereador Joaquim do Arroz votou contra.

Para o vereador do PT, Deolindo Moura, fala em judicialização do resultado da votação.

A líder do prefeito na Câmara Municipal de Teresina, Graça Amorim, comemora o resultado e afirma que ainda em março todos professores vão receber o reajuste retroativo ao mês de janeiro.

 

 

 

 

 

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário