Câmara Municipal de Teresina vota projetos que fixam vencimentos dos servidores da saúde e tira de pauta o PDOT

Câmara vota projeto que fixa vencimentos de servidores da saúde, mas o sindicato da categoria quer, também, o pagamento do reajuste salarial de todos os servidores, afirma o presidente do SINDSERM, Cinésio Soares.

Ao todo, são dezessete projetos e o presidente Jeová Alencar destaca a dificuldade de analisar tecnicamente todos até quinta-feira, 18, último dia de sessão antes do recesso de fim de ano.

Dentre os dezessete projetos está o PDOT – Plano de Diretor do Ordenamento Territorial de Teresina, que foi tirado de pauta por recomendação do Ministério Público.

A retirada do PDOT de pauta gerou discussão no plenário, a líder do prefeito na Câmara, vereadora Graça Amorim, destaca que a não aprovação do PDOT pode impedir o envio de recursos do governo federal e prejudica a cidade. Ela disse que a retirada do projeto de pauta é um tipo de barganha inconcebível.

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário