Câmara derruba veto do prefeito e fica mantido PCCS dos advogados da FMS

Os vereadores e vereadoras de Teresina disseram não para o veto do prefeito Doutor Pessoa, em relação ao projeto de lei que cria o cargo, carreira e salários dos advogados da Fundação Municipal de Saúde. Por 16 votos não, 04 votos sim e 07 abstenções, o veto do prefeito foi derrubado. A votação aconteceu na sessão ordinária desta terça-feira (05) e foi acompanhada pelo presidente da Comissão da Defesa das Prerrogativas da OAB Piauí, Albelar Prado.

https://youtu.be/ImBR7SqNOB4
A mensagem de criação do plano de cargos, carreira e salários dos advogados da FMS é de autoria da própria Prefeitura. Ela foi votada e aprovada por unanimidade pela Câmara Municipal no primeiro semestre de 2023, porém o prefeito desistiu da proposta e a encaminhou novamente para a Câmara com pedido de veto. Para o presidente da Comissão de Legislação, vereador Venâncio Cardoso (PSDB), manter o veto do prefeito seria desmoralizar a Câmara.

https://youtu.be/UMfeQsGCro4
Dos parlamentares que formam a base do prefeito na Câmara, somente 04 votaram pela permanência do veto, 07 se abstiveram do voto e o restante votaram pela derrubada do veto. O líder do prefeito, vereador Antonio José Lira (Republicanos), criticou a votação dos aliados.

 

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário