Bolsonaro trabalhou 1 hora e 18 minutos por dia em novembro

Presidente ganhou R$ 1.014 por hora trabalhada. Ele foi liberado de cumprir aviso prévio?

No mês de novembro, o presidente Jair Bolsonaro (PL) trabalhou em média 1 hora e 18 minutos por dia. Por nove dias (que incluem os domingos), ele não teve nenhuma agenda. Em outros sete dias, trabalhou apenas 30 minutos. Isso mesmo, meia horinha. O dia em que mais teve atividade foi o sábado passado, 26 de novembro, em que participou de cerimônia na Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), em Resende (RJ). Foi naquele evento em que ele entrou mudo e saiu calado. Esses são os dados extraídos por esta coluna da agenda oficial do governo.

Se considerarmos apenas o salário presidencial, de R$ 30.934,70, Bolsonaro recebeu R$ 1.014 por hora trabalhada. É um dinheirão, mas não é, nem de longe, o maior problema do sumiço do presidente. Desde que foi derrotado, Bolsonaro tem se recolhido ao Palácio do Alvorada e esqueceu de governar. Perder é do jogo. E ele já deveria ter saído dessa ressaca moral. Há trabalho a ser feito e responsabilidades a se cumprir.

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário