Venda da cerveja Berrió do Piauí começará em dezembro

O B-R-O-Bró, uma das expressões mais conhecidas do dicionário piauiês, agora é nome de cerveja. A expressão usada para identificar o período mais quente do ano formado pelos meses setembro, outubro, novembro e dezembro, serviu a inspiração para a produção da bebida que tem como matéria prima o caju, a mesma da produção da cajuína, bebida típica do Piauí. “A Berrió tem o sol do Piauí até no rótulo e nasce com a vocação de despertar o orgulho do piauiense”, destaca o gerente de marketing de Berrió, Leandro Thot.

A cerveja Berrió será lançada no início de dezembro, terá a embalagem em amarelo e preto. A cervejaria homenageia as cores do caju, do sol e representa a alegria do povo.

“A Berrió é uma cerveja piauiense do campo ao copo. O caju é produzido por agricultores locais, e a produção da cerveja acontece na Cervejaria Teresina”, explica a piauiense Lanessa Vieira, supervisora de Agro da AMBEV e uma das responsáveis pela implantação do projeto.

A AMBEV comprou na última colheita, mais de 240 toneladas de caju, de produtores da agricultura familiar dos municípios de Monsenhor Hipólito, Francisco Santos, Campo Grande do Piauí, Canto do Buriti e Pio IX – por meio da Cooperativa Mista Agroindustrial de Francisco Santos, Cooperativa Mista Agroindustrial de Monsenhor Hipólito e Assentamento Nova Esperança de Pio IX.

O projeto envolve 1.400 pessoas, com mais 600 famílias impactadas positivamente pela produção local. A expectativa da cervejaria AMBEV  é que o impacto positivo chegue a 4 mil pessoas até 2025.

 

Wilma Rocha

Jornalista e Radialista.

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário

dois × dois =