“A Câmara não é babá da Prefeitura, diz Venâncio Cardoso sobre pedido de veto do prefeito

O prefeito de Teresina, Doutor Pessoa, mandou para Câmara Municipal mensagem com pedido para que os vereadores e vereadoras aprovem o Veto Total ao Projeto de Lei Complementar de número 278/2023 de cargos carreiras e salários dos advogados da Fundação Municipal de Saúde.

O líder do prefeito na Câmara, Antonio José Lira, está na responsabilidade de convencer os parlamentares para que eles votem pela aprovação do veto, mesmo que a mensagem da Prefeitura tenha causado estranheza por se tratar de veto a Projeto de Lei Complementar da própria Prefeitura. Votação prevista para acontecer na terça-feira (05).

Caso o Veto do prefeito Pessoa seja mantido, os 12 advogados da FMS perderão melhoria salarial, objeto do PLC, destaca o advogado da FMS Rafael Barros.

A atitude do prefeito de Teresina de solicitar dos vereadores e das vereadoras a aprovação do veto à mensagem de autoria da Prefeitura foi vista com críticas pelos parlamentares. A favor, da derrubada do Veto, o vereador Venâncio Cardoso (Progressistas), “a Câmara não é babá da Prefeitura.

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário