FMS e UESPI criam plataforma virtual para avaliação inicial de saúde dos pacientes

Durante a pandemia, a internet se mostrou uma ferramenta importante para garantir o acesso a informações e serviços. Por isso, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) está ampliando o uso da web, dessa vez com a criação de uma plataforma para aproximar ainda mais os usuários e rede de saúde por meio da avaliação virtual do estado de saúde de cada paciente. A iniciativa é resultado de uma parceria entre a FMS e o Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família e Comunidade, da Universidade Estadual do Piauí (UESPI).…

LEIA MAIS

TSE adota cuidados sanitários para eleitores e mesários nas Eleições 2020

Plano de Segurança Sanitária elaborado por consultoria foi apresentado pelo presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, durante entrevista coletiva concedida nessa terça-feira (8) O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, concedeu entrevista coletiva nessa terça-feira (8) para apresentar à imprensa e à sociedade o Plano de Segurança Sanitária para as Eleições Municipais de 2020, elaborado pela consultoria sanitária gratuita formada por especialistas da Fiocruz e dos hospitais Sírio Libanês e Albert Einstein. A votação ocorrerá no dia 15 de novembro, em primeiro turno, e no…

LEIA MAIS

Aprovada criação do cadastro nacional de condenados por estupro

A criação de um Cadastro Nacional de Pessoas Condenadas por Crime de Estupro foi aprovada nessa quarta-feira (9) pelo Senado. O projeto (PL 5.013/2019), do deputado Hildo Rocha (MDB-MA), recebeu voto favorável do relator, senador Eduardo Braga (MDB-AM), e segue à sanção. Pela proposta, o cadastro deverá conter obrigatoriamente as seguintes informações sobre condenados por estupro: características físicas, impressões digitais, perfil genético (DNA), fotos e endereço residencial. Em caso de condenado em liberdade condicional, o cadastro deverá conter também os endereços residenciais dos últimos três anos e as profissões exercidas…

LEIA MAIS

Aumento da pena para quem maltratar cães e gatos vai à sanção

Em sessão remota nessa quarta-feira (9), o Plenário do Senado aprovou projeto que aumenta as penas para maus-tratos a cães e gatos (PL 1.095/2019). O texto foi aprovado na Câmara no final do ano passado e segue agora para a sanção. Pela proposta, a prática de abuso, maus-tratos, ferimento ou mutilação a cães e gatos será punida com pena de reclusão, de dois a cinco anos, além de multa e proibição de guarda. Hoje, a pena é de detenção, de três meses a um ano, e multa — dentro do item que abrange…

LEIA MAIS